banner ecomerce
Home >> Notícias >> Nova Conde da Boa Vista começa a sair do papel na próxima semana

Cronograma prevê a divisão da via em seis trechos, com plano de circulação especial para o período de obras
O cronograma do plano de obras da Nova Conde da Boa Vistaprevê a divisão da via em seis trechos, em fases pré-determinadas, com um plano de circulação específico para cada uma delas. O principal corredor de ônibus e de pedestres do Recife vai se tornar uma via muito mais humanizada, arborizada e acolhedora, contando com iluminação em LED, postes específicos para o pedestre, canteiro central ajardinado e floreiras nas calçadas, ampliação dos passeios públicos, bicicletários, dentre outros equipamentos.
A intervenção possui seis fases divididas em duas frentes de obra. Os serviços terão início no sentido cidade/subúrbio para atender a maior parte da captação da rede de drenagem, mais próxima à Rua da Aurora. O projeto também é realizado de forma intercalada, para que os seis trechos nos quais a via foi dividida sejam entregues finalizados de cada vez (norte ou cidade/subúrbio e sul ou subúrbio/cidade).
“Esse é um projeto que possui uma complexidade e é também muito importante porque a via interage totalmente com parte do transporte coletivo e com o uso dos pedestres, além do transporte individualizado. Por isso a gente fez toda a divisão dessa obra em fases para garantir o menor transtorno possível para toda a população. E em cada fase a gente vai entregar o trecho todo requalificado e pronto, com calçadas, iluminação, drenagem e sinalização para o uso das pessoas. Serão investidos cerca de R$ 15 milhões com recursos próprios da Prefeitura do Recife e a expectativa é concluir e entregar a obra no final de 2020”, explicou o secretário de Infraestrutura e presidente da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), Roberto Gusmão.
As obras terão início no dia 02 de abril, a partir da Rua da Aurora. Nesta Fase 01, que tem duração prevista de 120 dias, os serviços nos passeios públicos, na iluminação e nos demais equipamentos e mobiliários urbanos seguirão no sentido centro/subúrbio, nos trechos da Rua da Aurora até Rua do Hospício e da Rua Gervásio Pires até a Rua José de Alencar. No trecho entre as ruas do Hospício e Gervásio Pires, as intervenções serão realizadas no sentido subúrbio/centro. Nessa etapa haverá desvios na rota do transporte coletivo, similar às alternativas já utilizadas durante o período de Carnaval na cidade.
“Nessa primeira fase, os desvios vão afetar apenas os transportes permitidos a realizar o tráfego no trecho que estará em obras, ou seja, não afeta quem usa o transporte individual porque já não é permitido normalmente. Então, os ônibus, por exemplo, irão mudar a circulação e fazer o trajeto que os carros fazem, entrando obrigatoriamente pela Rua da Aurora, pegando a Rua do Riachuelo para continuar e seguir para a Rua do Hospício e Avenida Conde da Boa Vista”, explicou a presidente da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Taciana Ferreira.
A Fase 02 prevê obras nos trechos entre as ruas da Aurora e do Hospício (subúrbio/centro); e entre José de Alencar e Soledade (centro/subúrbio). Na terceira fase os serviços serão executados entre a Rua da Soledade e a José de Alencar (subúrbio/centro) e entre Soledade e Rua Oswaldo Cruz (centro/subúrbio). A Fase 04 compreende o trecho entre as ruas da Soledade e Gonçalves Maia (subúrbio/centro). A quinta fase realiza o trecho entre as ruas Dom Bosco e Oswaldo Cruz, nos dois sentidos. O projeto será finalizado na Fase 06, que irá beneficiar os trechos entre as ruas José de Alencar e Gervásio Pires (subúrbio/centro) e entre esta última e a Rua do Hospício (centro/subúrbio)
Durante as últimas fases serão construídas as duas estações BRT na via: a Estação Hospício e a Estação Soledade.
TRÂNSITO - A implantação das conexões cicloviárias será realizada conforme a execução das obras físicas do projeto da Nova Conde da Boa Vista. A intervenção irá interligar todo o centro da cidade com circuitos que conectam os bairros da Boa Vista, Soledade, Santo Amaro, Santo Antônio, São José, Ilha do Leite, Coelhos e o Bairro do Recife. A maioria das rotas será composta por ciclofaixas bidirecionais, com exceção da Avenida Mario Melo, que será uma ciclovia unidirecional.
Os serviços de sinalização das conexões serão iniciados pelas rotas transversais, que passam pelas ruas Bispo Cardoso Aires, José de Alencar, Fernandes Vieira, Gonçalves Maia e Paissandu. Após a conclusão das obras nas vias transversais será possível a implantação da rota paralela nas ruas Oliveira Lima e do Riachuelo, que se conectará com a rota da Rua Bispo Cardoso Aires e seguirá até a Rua da Aurora e Eixo Cicloviário Camilo Simões.
Os serviços de sinalização serão iniciados pelas ruas transversais Bispo Cardoso Aires, que será um dos acessos à Avenida Conde da Boa Vista e, futuramente, fará conexão com a Ciclovia Mario Melo, e José de Alencar, até a Praça Miguel de Cervantes, atendendo aos bairros de Coelhos e Ilha do Leite, além da rota das ruas do Paissandu, Gonçalves Maia e Fernandes Vieira. Após a conclusão das obras nas vias transversais será possível implantar a rota na Rua Oliveira Lima e Rua do Riachuelo, até a conexão com a Rua da Aurora e Eixo Cicloviário Camilo Simões.
LINHAS DE ÔNIBUS – Obras na Avenida Conde da Boa Vista mudam a operação de 38 linhas de ônibus
Com o início das obras da Nova Conde da Boa Vista, o Grande Recife muda o itinerário dos ônibus que passam pela via. Na primeira fase das intervenções, que começam no dia 02 de abril, será interditado o trecho compreendido entre as ruas da Aurora e do Hospício. Dessa forma, o Grande Recife muda o itinerário das linhas que passam pela localidade. A previsão é de que o desvio permaneça por 120 dias, período de trabalho neste primeiro momento.
Ao todo, 38 linhas terão mudanças em sua operação no sentido cidade/subúrbio. Ou seja, as linhas que saem da Avenida Guararapes em direção ao Derby terão de girar à direita na Rua da Aurora, após a Ponte Duarte Coelho; à esquerda na Rua do Riachuelo e, por fim, à esquerda novamente na Rua do Hospício para, só então, retornar à Avenida Conde da Boa Vista.
As alterações na circulação dos ônibus, nesta primeira fase da obra, envolvem ainda a mudança de paradas. As linhas serão divididas em paradas seletivas localizadas na Rua da Aurora, Rua do Riachuelo e Rua do Hospício.
Apesar de realizar o mesmo desvio que as linhas convencionais, as quatro linhas de BRT do Corredor Leste/Oeste que saem da Avenida Guararapes não irão parar na Estação Riachuelo, pois não possuem parada no trecho interditado da Avenida Conde da Boa Vista. São elas: 2437 – TI Caxangá (Conde da Boa Vista), 2441 – TI CDU (Conde da Boa Vista), 2444 – TI Getúlio Vargas (Conde da Boa Vista) e 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista).
Confira, abaixo, as linhas que terão desvio e as paradas que deverão atender:
Grupo de linhas 1:
313 – San Martin (Abdias de Carvalho)
321 – Jardim São Paulo (Abdias de Carvalho)
324 – Jardim São Paulo (Piracicaba)
Estas linhas deixam de atender a parada nº 180300, em frente ao Empresarial Pessoa de Melo, na Avenida Conde da Boa vista, e passam a atender a parada nº 180283, em frente ao Edifício São Cristovão, na Rua da Aurora, onde normalmente já param as linhas:
116 – Circular (Príncipe)
117 – Circular (Prefeitura/Cabugá)
511 – Alto do Mandu
513 – Córrego da Areia
514 – Nova Descoberta (Córrego do Joaquim)
522 – Dois Irmãos (Rui Barbosa e Príncipe)
532 – Casa Amarela (Cruz Cabugá)
Grupo de linhas 2:
014 – Brasília (Conde da Boa Vista)
032 – Setúbal (Conde da Boa Vista)
042 – Aeroporto (Opcional)
053 – Shopping RioMar (Opcional)
061 – Piedade
064 – Piedade (Opcional)
071 – Candeias
100 – Circular (Conde da Boa Vista/Prefeitura)
101 – Circular (Conde da Boa Vista/Rua do Sol)
243 – Vila Dois Carneiros
414 – Torre
Estas linhas deixam de atender a parada nº 180301, em frente à agência do Bradesco, na Avenida Conde da Boa Vista, e passam a atender a parada nº 180077, em frente ao Colégio 2001, na Rua do Riachuelo, onde normalmente já param as linhas:
517 – Córrego do Inácio
611 – Alto José do Pinho
612 – Morro da Conceição
622 – Vasco da Gama (Cabugá)
631 – Nova Descoberta (Cabugá)
632 – Alto do Refúgio (Cabugá)
714 – Alto José Bonifácio (Avenida Norte)
717 – José Amarino dos Reis
741 – Dois Unidos
742 – Linha do Tiro
812 – Sítio Novo (Avenida Norte)
Grupo de linhas 3:
311 – Bongi (Afogados)
314 – Mangueira
315 – Bongi
331 – Totó (Jardim Planalto)
341 – Curado I
346 – TI TIP (Conde da Boa Vista)
516 – Casa Amarela (Nova Torre)
521 – Alto Santa Isabel (Conde da Boa Vista)
524 – Sítio dos Pintos (Dois Irmãos)
531 – Casa Amarela (Rosa e Silva)
624 – Brejo (Conde da Boa Vista)
644 – Largo do Maracanã
726 – Alto Santa Terezinha (Conde da Boa Vista)
731 – Beberibe (Espinheiro)
Estas linhas deixam de atender as paradas nº 180302, em frente ao Edifício Sion, e nº 180303, em frente ao Edifício Pirapama, ambas na Avenida Conde da Boa Vista, e passam a atender a parada nº 180078, por trás da Faculdade de Direito do Recife, na Rua do Riachuelo, onde normalmente já param as linhas:
107 – Circular (Cabugá/Prefeitura)
117 – Circular (Cabugá/Prefeitura)
820 – TI Xambá (Cabugá)
822 – Jardim Brasil I (Cruz Cabugá)
824 – Jardim Brasil II (Cruz Cabugá)
1921 – Ouro Preto (Jatobá I)
1974 – Jardim Atlântico
1987 – Rio Doce (Príncipe)
1993 – Conjunto Praia do Janga
1994 – Conjunto Beira Mar
Grupo de linhas 4:
121 – Vila da Sudene
168 – TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista)
185 – TI Cabo
214 – UR-02/Ibura (Opcional)
224 – UR-11 (Opcional)
411 – Plaza Shopping (Dantas Barreto)
Estas linhas deixam de atender a parada nº 180303, em frente ao Edifício Pirapama, na Avenida Conde da Boa Vista, e passam a atender a parada nº 180075, em frente ao Ginásio Pernambucano, na Rua do Hospício, onde já param normalmente as linhas:
645 – TI Macaxeira (Avenida Norte)
1981 – Rio Doce (Conde da Boa Vista)
Em caso de dúvidas, sugestões ou reclamações o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800 081 0158) ou WhatsApp para reclamações, (99488.3999).
APLICATIVO – Aproveitando os aplicativos mais populares de trânsito, como Waze e CittaMobi, a Emprel - Empresa Municipal de Informática da PCR vai alimentar os bancos de dados desses aplicativos, que a população já está acostumada a usar. "Com o Waze, nós temos um convênio e vamos alimentar o aplicativo a cada momento que houver alguma mudança. O Google Maps possui uma sincronização com o Waze para se atualizar", explicou Eugênio Antunes, presidente diretor da Emprel. Também foi feita uma parceria com o Consórcio Grande Recife para alimentação imediata da plataforma Simop, que fornece atualizações dos apps Grande Recife e CittaMobi, com informações sobre o transporte coletivo. "Portanto, daremos todos os subsídios para que quatro aplicativos estejam em constante atualização sobre as obras, facilitando a vida dos usuários, evitando que precisem baixar e se acostumar a usar mais um aplicativo", comentou Eugênio.
Parceiros da CDL Recife
Jornal CDL Recife Jornal CDL Ed. 157

Ano: 16

Edição: 158ª

Leia + Edições anteriores
@cdlrecife
@cdlrecife
Calendário do Comércio do Recife